Back

Transformando dores musculares em prazer (amor)

Thiago Avelino pedalando na estrada caminho do mar - estrada velha de santos

De arrepios de dores musculares a amor, acredito que essa seja a evolução que tive dentro da modalidade de bike.

Quando comecei pedalar eu sentia diversas dores muscular e muita dor na “bunda” (na real é no períneo), começar pedalar era uma tortura, chegava no “escritório” (local que fica minha bike) e demorava muito tempo para começar (em alguns dias chegava a horas). Lembro como se fosse hoje eu indo comprar minha primeira bicicleta para o triathlon, quando cheguei em casa comentei com minha esposa “pedalar é tranquilo, nem transpirei”. Na minha cabeça eu sabia pedalar, quando era moleque sempre andei de bike, após começar pedalar entendi que sempre andei de bike e que não sabia pedalar.

Com o passar dos meses trabalhei minha mente colocando outra motivação para tirar o foco das dores e começar de fato evoluir na modalidade que tinha mais dificuldade.

Após tirar o foco da dificuldade que tinha (dores 😬) minha evolução na modalidade começou evoluir muito.

Sou muito grato pelos meus familiares (especialmente pela minha esposa e filho 🖤), amigos e marcas por está junto nessa luta diária, sem o apoio deles não seria possível.

Mindhacking é uma prática que está me ajudando muito na evolução no esporte, principalmente nos dias que não estou afim de treinar. Eu tenho publicado bastante coisa da minha vida nos treinos, não é todos os dias que estou motivado, mas se está planejado é necessário fazer, vou lá e faço.

comments powered by Disqus