Back

Qual é o seu IRONMAN?

Primeira modalidade do Triathlon, natação em águas abertas na Billings CountryClub

Vamos começar com um assunto complicado, expor nossas fraquezas não são muito fácil né? Mas depois de supera-lá acho importante compartilhar como foi aquela luta.

Qual é seu atual IRONMAN? Nesse texto usarei o nome “IRONMAN” como um sinônimo de “desafio” que você julga muito complicado, onde envolve muito treino, dedicação e perseverança.

Agora senta que lá vem textão: No carnaval resolvi não ir para Salvador (como já tinha planejado 1 ano a traz), nem ir para bloquinhos em São Paulo e sim ir para o Lobo Tri Experience (aka mini Camp), onde passaríamos 4 dias treinando no período da manhã. No dia 25/12 (último dia do camp) fecharíamos com 4 simulados, ou seja, nadar, pedalar correr e voltava tudo novamente. E lá vou eu mais uma vez para um lugar onde teria que vencer uma das aflições internas a tal Águas Abertas, pois é falo de Triathlon a +- 3 anos e águas abertas ainda era (vamos rasgar o verbo do presente e usar passado) um desafio interno, nunca queria estar ali e sempre negligenciando os treinos de natação.

Quando entrei na água, senti que não estava legal, só queria sair correndo de lá para casa e ficar em posição fetal, mas se estou dentro da água bora nadar. Toca a buzina do primeiro simulado e vai o fanfarrão dando braçada forte, sem respirar direito e com menos de 200m me sinto perdido no meio da represa sem ninguém do meu lado, bate aquele desespero e minha cabeça assume o controle do meu corpo com diversas afirmações e questionamentos:

  • o que estou fazendo aqui?
  • a primeira boia nunca chega!
  • não irei aguentar!
  • não estou conseguindo nem boiar!
  • vou voltar!

Olho para o lado e vejo o caiaque se aproximando e o coach Jose Belarmino do meu lado, vendo eu me desesperando, ao olhar para ele começa um diálogo no meio da represa: A: Zé, não aguento vou voltar! Zé: Calma Avelino, segura no caiaque e tira os óculos A: Zé, você não esta entendendo, fodeu não irei aguentar! Zé: Calma Avelino, respira, tira os óculos, olhe para trás e veja o quanto já nadou, olhe para frente e veja o quanto falta para a primeira boia

Ele estava fazendo eu me acalmar e me colocar no estado presente (estudo e vivo muito mindfulness, mas ali não estava rolando), após me acalmar e me colocar no estado presente foi momento de voltar nadar, por fim levei 23 minutos para fazer 500m, sai d’agua destruído e muito abalado. Chegou o momento que mais gosto do triathlon, o tal pedal, quando saio na estrada para pedalar, sinto que algo estava diferente e não conseguia fazer força, comecei tentar fazer respiratória para ajudar na recuperação muscular, porem não fluiu. A corrida consegui sair forte com o pace de 4:50, mas terminei morrendo. Se você se lembra tinha mais 3x, entrar na água pela segunda vez era tudo que eu menos queria, entrei sentindo calafrio de medo, angustia e ansiedade, a primeira natação tinha me destruído psicologicamente e não consegui segurar as rédias. Lá foi eu, dessa vez fluiu melhor na parte de respiração, mas o tempo foi para o vinagre, o pedal e corrida não encaixava e acabei jogando a toalha devendo 2x.

No final do treino foi momento de bater um papo com o coach, comecei a conversa falando que não iria conseguir fazer a prova do dia 15/3 e mais 1001 frases negativas. Quando dei tempo para ele falar, olhou para mim e falou para ter calma e que precisaria entrar mais em águas abertas para perder esse “medo”.

Após chegar em casa e chorar muito (sim meus olhos ficou repleto de suor kkk), dois dias depois desse capítulo tinha plena certeza que triathlon não era para mim, olhei algumas provas de duathlon (sem água) e blábláblá, mas eu que quiz fazer triathlon, ninguém me forçou a isso. No terceiro dia após o acontecido caiu minha ficha, eu que escolhi o triathlon, porque eu estou querendo desistir no “primeiro” desafio? Foram 2 semanas até aqui, fazendo natação todos os dias focando na correção da respiração e técnica, alguns dias foram de águas abertas, ficando na boia de 50m, sabe quando uma criança entra na água pela primeira vez e treme de medo? Era eu quando entrava na represa.

Após essas 2 semanas foi dia de fazer simulado (hoje 07/03/2020), fiz tudo diferente da outra vez:

  • queria esta ali
  • antes de sair nadando fiz bastante respiração
  • fiz o corpo a costumar com a água
  • nadei 100m para aquecer o mínimo possível

E fui, após nadar 1000m, sai da água super bem e forte para seguir com o pedal e corrida!

Paro a história por aqui para voltar ao conteúdo desse texto, com a seguinte pergunta:

Qual seu atual IRONMAN?

O meu IRONMAN era essa tal de águas abertas, para vencer ele foi com base em meta, foco, perseverança e método.

Não tente abraçar o mundo, foque no seu IRONMAN, após passar por ele curta cada segunda de sua conquista antes de ir para próxima meta.

comments powered by Disqus