Back

Começar viver, esteja consciente dos seus passos!

Refletir sobre nossos momentos difíceis não são muito fáceis (falar de nossas intimidades muito menos), mas é esses momentos de auto conhecimento e crítica que nos ajuda alavancar para cima e subir nossa própria barra (nos tornar uma pessoa melhor).

Para quem é novo por aqui eu tive algumas empresas de 2011 até 2019, algumas deram certo (fui comprado por outras empresas e sócios), porém outras deram super errado e acabou me levando lá em baixo fazendo eu voltar a “corrida dos ratos”. Geralmente falamos apenas das histórias de sucesso, mas particularmente gosto de escutar as histórias de insucesso, isso nos ajuda filtrar os caminhos para termos umas atenções.

Mas por que estou falando isso aqui👆?

Durante anos - começar empreender não é nada fácil, sair do 0 para 1 - não olhava para outro lado além de fazer minha empresa acontecer, foi anos intensos com muito dedicação, perseverança e resiliência (e coloca resiliência isso).

No começo de 2018 olhei para trás e me surgiu alguns questionamentos:

  • Por que estou fazendo isso mesmo?
  • Estou dando atenção para minha família ou apenas vivendo em no meu mundo de “negócios”?
  • Quantas vezes viajei com minha família nos últimos 12 meses?
  • Porque as pessoas tiram férias?
  • Eu realmente trabalho por hobby? Sempre gostei muito do que eu fazia, por isso pensava que trabalhava por hobby
  • … mais uma porrada de perguntas para mim mesmo!

Até que cheguei a conclusão que estava no momento de encerrar mais um ciclo, sair do dia a dia da empresa que fundei em 2015 que vinha crescendo muito, não foi uma olha fácil, mas chegou a hora de mudar a prioridade da minha vida e pensar mais em minha e em minha família (principalmente minha esposa que sempre abraçou as ideias malucas que tinha, falta algum parafuso na cabeça dela 🖤).

Minha escolha por sair da empresa foi para começar viver, ganhei muito dinheiro empreendendo, mas não sabia responder porque e para que eu queria tanto dinheiro. Dinheiro é importante, mas ele não deve ser o fim e sim o meio para alcançar nossas metas.

Você esta vivendo consciente seu momento atual ou esta no modo Zeca Pagodinho “deixa a vida me levar”? Tenha consciência do seu momento e seus passos, confesso que eu não tinha, em 2018 foi ano de tomar a rédeas da minha vida…

comments powered by Disqus